Brasileiro deverá declarar à Receita Federal transação acima de R$ 30.000 mil reais – A medida busca combater crimes como de corrupção, sonegação e lavagem de dinheiro.

novembro 24, 2017 | América do Sul, Bancos, Brasil, Crime, Documentos, Receita Federal, Receita Fedral

Os brasileiros deverão informar a Receita Federal movimentações a partir de 30.000 reais que envolvam dinheiro em espécie. A obrigação decorre de uma instrução normativa publicada pela instituição no Diário Oficial da União desta terça-feira. A medida passa a valer a partir de 1º de janeiro do ano que vem.

De acordo com a norma, deverão ser informadas as operações de alienação ou cessão onerosa ou gratuita de bens e direitos, de prestação de serviços, de aluguel ou de outras operações que envolvam transferência de moeda em espécie.

A regra vale tanto para pessoas físicas como jurídicas que tenham recebido mais de 30.000 reais no mês – ou de equivalente em outra moeda – , mesmo que uma parte da operação seja em dinheiro. A declaração deverá ser feita por meio do site da Receita, no mês seguinte ao em que houve transações nesse limite, e será preciso ter certificado digital para usar o serviço.

A instrução normativa prevê multas para declarações feitas fora do prazo e para quem não as fizer. As penalidades variam de 100 reais (pessoa física, por atraso) a 3% do valor da transação (pessoa jurídica, por omissão).

Crimes

Segundo a Receita Federal, a medida busca combater crimes como de corrupção, sonegação e lavagem de dinheiro.  Uma proposta dessa norma foi colocada em consulta pública em setembro deste ano. “Exemplos de reportes de operações relevantes em espécie têm sido uma direção adotada por diversos países como medida para o combate à prática de ilícitos financeiros, entre os quais a lavagem de dinheiro e o financiamento ao tráfico de armas e ao terrorismo”, diz comunicado da instituição.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.