Carro em que professor de jiu-jitsu, Marco Jara, foi morto é de Luciano Szafir

dezembro 26, 2009 | Acidentes, Ator, Automobilismo, Brasil, Comportamento, Crime, Polícia

O ator e a vítima eram sócios em uma agência que administra carreira

A picape Land Rover Discovery 6, na qual o corpo do professor de jiu-jitsu, Marco Adriano Albuquerque Cavalcante, conhecido como Marco Jara, 39 anos, foi encontrado, pertence ao ator da Rede Record Luciano Szafir.

Os dois eram amigos e sócios na empresa Ion Brazil Group, uma agência administração de carreiras de esportistas e artistas, que fica na Marina del Rey, área nobre de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Como Marco morava nos Estados Unidos há 20 anos e estava de férias no Brasil, o ator emprestou o carro a ele para que usasse até o dia 15 de janeiro de 2010, quando o professor retornaria para a Califórnia.

Marco foi morto dentro do carro e um amigo americano foi baleado na barriga, durante um assalto, na tarde de quinta-feira (24), na estrada de Pedra de Guaratiba, altura de Santa Cruz, na zona oeste do Rio.

De acordo com as investigações, os dois amigos tinham chegado recentemente dos Estados Unidos e seguiam na Land Rover, da Barra da Tijuca para Paraty, na Costa Verde do Estado, onde passariam o Natal.

O americano e o brasileiro pararam o carro para pegar alguns pertences no porta-malas e foram rendidos por dois bandidos em um outro veículo. Eles obrigaram o lutador a dirigir, mas ele reagiu e acabou levando um tiro. O americano também foi baleado e deixado perto da favela Cesarão.

Mesmo baleado, Marco continuou dirigindo por cerca de 25 quilômetros. Como os bandidos não souberam dirigir a Land Rover, eles deram mais dois tiros no professor e abandonaram o corpo dele dentro do carro em um dos acessos à favela do Sapo.

A titular da delegacia de Bangu, Márcia Julião, disse que o americano tentará fazer o retrato falado dos bandidos. Após passar por uma cirurgia de cinco horas, o turista foi transferido sexta à tarde do hospital Pedro Segundo para o CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do hospital Copa D’or, em Copacabana, zona sul. Boletim médico divulgado na manhã deste sábado (26) diz que o estado de saúde dele é estável. O homem está lúcido e passou por uma tomografia, que não apontou problemas. Ainda não há previsão de alta nos EUA.

Fonte R7

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.