Caso Dado Dolabella – Empregada e babá nega agressão a Viviane Sarahyba ex-mulher do ator e cantor

setembro 1, 2010 | Acidentes, América do Sul, Ator, Brasil, Cantor, Celebridade, Comportamento, Crime, Foto, Violência

Quando todo mundo achava que o caso de agressão de Dado Dolabella contra a ex-mulher, Viviane Sarahyba, estava encerrado, eis que surge uma reviravolta: funcionárias que trabalhavam na mansão do casal afirmam que o ator nunca bateu na publicitária.

A doméstica Tania Maria Netto e a babá Sônia Cavalcante, ambas de 51 anos, contaram à coluna que Viviane pediu que elas testemunhassem contra o ex-marido. Tania, que assim como a ex-colega pediu para não ter sua imagem divulgada, disse ter sido coagida a escrever uma carta, ditada pela ex-patroa, afirmando, entre outras coisas, que Dado havia lhe agredido. É este documento que está nos autos do processo de separação entre o ator e Viviane.

Assista à entrevista que a doméstica Tania Netto deu à coluna

“Em março, depois de uma briga, a Viviane veio com um papel e pediu para eu escrever algumas coisas sobre o Dado. Sei que ela falou que ele tinha batido nela. Eu tinha só dois meses de casa e fiquei com medo de perder meu emprego. Só não sabia que isso ia tomar a proporção que tomou”, desabafou Tania que trabalhava no horário noturno.

Ao descobrir que seu nome fazia parte do processo, Tania pediu demissão. “Não autorizei que a Viviane colocasse meu nome nesse processo. Na época, ela disse que essa carta era só por segurança”, contou Tania.

A doméstica, que mora no Tanque, em Jacarepaguá, garante não ter nenhum contato com o ex-patrão. “Não nos falamos, ele não pediu para eu dar entrevista e nem sabe que não recebi (direitos trabalhistas com a demissão). Não é por dinheiro que estou fazendo isso porque não vou nem entrar na Justiça. Só quero defender o Dado porque ele nunca encostou nela. Isso é uma maldade da Viviane”, disse.

Sônia, que trabalhou como babá de João Valentim, o filho de 8 meses do casal, até o fim de março, também defende Dado. Ela diz ter sido demitida por não concordar em depor contra o ator. “A cozinheira da casa, que se chama Geralda, veio com esse papo de ir à delegacia, de dizer que o Dado bateu na Viviane e eu disse que não faria isso. Quando o mês fechou, fui mandada embora”, contou.

Procurado pela coluna, o advogado de Viviane, Sérgio Arthur Calmon, disse que a publicitária não vai falar sobre o caso: “Se houver depoimentos falsos, minha intenção será esclarecê-los na Justiça e não através da imprensa. Viviane não está preocupada com a imagem dela na mídia”.

Michel Assef Filho, advogado de Dado Dolabella, afirmou que não sabe o que o ator vai querer fazer com essa nova informação. “As partes já chegaram a um acordo e ele quer é paz. Mas surgindo um fato novo, isso deve ser definido nos autos do processo”.

Fonte EXTRA

Comentários (1)

 

  1. lidielle pereira rocha disse:

    eu odeio agressao contra mulher ele divia morrer na cadeia

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.