Chávez pode ir para o 3º mandato

fevereiro 16, 2009 | América do Sul, Mundo, Política

A emenda constitucional que propõe a reeleição ilimitada do presidente e demais cargos públicos na Venezuela foi aprovada no referendo realizado neste domingo (15), com 54,36% dos votos, anunciou a presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena.

A eleição definiu que qualquer pessoa poderá disputar uma reeleição indeterminadamente. A vitória do “sim” beneficiou o presidente Hugo Chávez, que fez campanha por esse resultado. Ele pode agora se candidatar para um terceiro mandato consecutivo.

A oposição conseguiu 45,63% dos votos, segundo este primeiro boletim oficial. A abstenção foi de 32,95%, segundo o CNE.

Os centros de votação do referendo foram fechados neste domingo às 18h11 local (19h41 no horário de Brasília), anunciou o CNE.

“Queremos felicitar o povo da Venezuela por seu comportamento cívico e democrático no dia de hoje. Foi um dia extraordinário”, felicitou Lucena.
saiba mais

Em pesquisas de boca-de-urna citadas pelo ministro das Finanças e diretor do Partido Socialista Unido de Venezuela (PSUV, no poder), Alí Rodríguez, o “sim” já registrava uma vantagem ‘irreversível’. “Hoje certamente é um dia de celebração”, afirmou Rodríguez em coletiva de imprensa do PSUV, uma hora e meia antes do fechamento das mesas de votação. “Pelo que dizem todas as pesquisas de boca-de-urna, a tendência é irreversível e a resposta que o povo deu é irreversível”, afirmou Rodríguez, que pediu que a oposição não dê início a atos de violência e reconheça os resultados.
Urna eletrônica

Na Venezuela, o eleitor não é obrigado a votar e tem que passar por um sistema digital de identificação. Em algumas sessões, porém, o voto ainda aconteceu com cédulas em papel.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.