Crise financeira no Japão – Bolsa de Tóquio despenca e fecha em queda de 10,55% depois do tsunami e terremoto

Março 15, 2011 | Padrão

Ameaça nuclear contamina e afeta mercado de ações.
Na segunda-feira, prejuízo na Bolsa de Tóquio foi de 6,18%.

A ameaça nuclear contaminou e afetou o mercado japonês. O índice Nikkei, referência para o mercado japonês de ações na Bolsa de Valores de Tóquio, fechou o pregão desta terça-feira (15) em queda de 10,55%, aos 8.605,15 pontos.

Já o índice Topix perdeu 9,47%, aos 766,73 pontos.

O desempenho da Bolsa de Tóquio é reflexo do anúncio do governo de que o nível de radiação na região da usina nuclear de Fukushima está perigoso para a saúde da população e de que foi ampliado o raio de alerta radioativo de 20 km para 30 km na área do complexo.

Na segunda-feira (14), no primeiro dia de negociações após o terremoto e o tsunami, fenômenos que devastaram parte do país, em especial zonas do litoral nordeste, provocando mais de 2.400 mortes, destruição e crise nuclear, a bolsa de Tóquio fechou com perdas de 6,18%. Nem pesada injeção financeira do Banco Central japonês (BOJ) reanimou o mercado.
(*) Com informações das agências de notícias EFE e Reuters

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.