Desligamento do sinal analógico da TV brasileira pode ser adiado

agosto 22, 2012 | Padrão

Previsto para 2016, o desligamento do sinal analógico da TV brasileira pode ser adiado. Segundo a Agência Brasil, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, considera a possibilidade de ampliar o prazo caso grande parte da sociedade não tenha adquirido os conversores necessários para a migração rumo ao digital.

“O prazo de 2016 [para desligamento do sinal analógico] está mantido, mas pode mudar enquanto houver número razoável de receptores analógicos funcionando nas residências”, disse Paulo Bernardo, em declaração colhida após a palestra no Congresso Brasileiro de Radiodifusão, realizado nessa terça-feira (21/08). “Sabemos que um número muito grande de pessoas já possui TVs digitais, mas talvez a metade ainda tenha aparelhos analógicos”, acrescentou.

Bernardo também falou sobre o rádio digital. De acordo com ele, o padrão tecnológico a ser usado pelas emissoras deverá ser finalmente definido até o final deste ano, após incertezas que já duram vários anos. A exemplo do que vai acontecer com a televisão, o sinal será transmitido nos dois modelos até que a sociedade se prepare a digitalização.

“Já estamos testando alguns dos grandes sistemas [de rádio digital] que existem no cenário internacional. Queremos que os aparelhos [para recepção do sinal digital] sejam fabricados no Brasil a preço popular, acessível às famílias”, disse Bernardo ao enfatizar as vantangens de se estimular a produção nacional no setor.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.