Eleições 2010 – Você sabe quanto custa um deputado federal no Brasil?

outubro 4, 2010 | Padrão


Reclamamos do alto salário dos 513 deputados federais, mas ´o problema são as verbas`, diz o coordenador de projetos da ONG Transparência Brasil, Fabiano Angélico. No gráfico abaixo, o tamanho de cada item corresponde ao seu custo.
por EMILIANO URBIM, THAIS SANT´ANA, GABRIEL GIANORDOLI E CÁSSIO BITTENCOURT


VERBA DE GABINETE
Cada um dos 513 deputados federais possui esta verba mensal para gastar com material de escritório e pagar até 25 assessores parlamentares. Os deputados federais brasileiros estão entre os que podem contratar mais gente.

VERBA INDENIZATÓRIA
É para gastos com gasolina, comida, hospedagem, aluguel de escritório (sim, além dos que eles têm no Congresso) e consultorias – sendo que consultoria pode ser qualquer coisa que os deputados decidirem chamar de consultoria.

SALÁRIO
Além do 13º, há mais dois salários extras no início e no fim do ano legislativo, para dar uma força.

MAIS QUE O LULA
Não admira que deputados se achem importantes: ganham mais que o presidente.

AUXÍLIO MORADIA
A ajuda no aluguel vale até para deputados do Distrito Federal. A alternativa seriam apartamentos funcionais, que acabam repassados a assessores e parentes.

COTA POSTAL E TELEFÔNICA
É preciso muito correio e DDD para contatar as bases. A cota também pode incluir a conta da banda larga.

IMPRESSÕES E ASSINATURAS: R$ 1 000
Além de imprimir o que acharem necessário, nossos representantes têm uma grana para assinar jornais e revistas.

PASSAGENS
Deputados ganham viagem ida e volta de Brasília para o estado que representam. São R$ 9 mil por mês que não precisam de justificativa – pode ser convenção partidária ou festa junina.

ASSISTÊNCIA MÉDICA
O deputado e sua família podem pedir reembolso ilimitado de gastos com saúde. Em 2009, a Câmara gastou R$ 50 milhões com médicos e dentistas: deu R$ 8 mil para cada.

CÂMARA INDISCRETA
Comparação do custo de um deputado federal com a riqueza média gerada por um cidadão em alguns países.

Fontes ONG Transparência Brasil e Câmara dos Deputados

Comentários (4)

 

  1. PAULINO RENZ disse:

    NÃO ENTENDO COMO É QUE O POVO ACEITA CALADO QUE OS POLÍTICOS APLIQUEM UM VERDADEIRO GOLPE LEGALIZADO CONTRA O POVO. NÃO TEM SENTIDO O POVO TRABALHAR TIPO ESCRAVO PARA PAGAR SALÁRIOS EXORBITANTES AOS POLITICOS EM GERAL. UM DEPUTADO FEDERAL NÃO PODERIA GANHAR MAIS DO QUE 10 SALÁRIOS MÍNIMOS. O CONGRESSO NACIONAL DEVERIA SER REDUZIDO PARA O MÁXIMO 05 DEPUTADOS FEDERAIS E UM SENADOR POR ESTADO. AS CAMARAS DE VEREADORES NÃO DEVERIAM TER MAIS DO CINCO VEREADORES POR MUINICIPIO. NINGUÉM PODERIA GANHAR MAIS DO QUE 20 SALÁRIOS MÍNIMOS, SEJA DE QUE PODER FOR. “VAMOS LÁ POVO BRASILEIRO. VAMOS PARA AS RUAS COMO FOMOS NO TEMPO DAS DIRETAS JÁ VAMOS PROTEDSTAR CONTRA O ABSURDO DE TRABALHAR PARA GANHAR POUCO E VER O NOSOS DINHEIRO DOS IMPOSTOS CAIR NAS MÃOS DE POUCOS ESPERTOS DA POLITICA.

  2. Brunno disse:

    Vergonha nesse ponto não falta né ! deveriam aprender um pouco com os parlamentares Suecos ! não digo que o político tenha que ganhar mal, as ganhar por 69 Brasileiros e ter cara de pau de de reajustar o próprio salário é demais ! tem comércios pelo Brasil que não ganham no ano o que eles ganham no mês !

  3. Robson disse:

    Somente nisso que nosso país consegue bater os países de 3º Mundo………… que descepção e vergonha !!!
    Temos que tomar alguma atitude minha gente !!! Até quando vamos continuar aceitando essa situação !!!

    Sou a favor de protestos e greves já !!!

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.