Fotos da Geisy Arruda de cabelo novo – De visual novo, a loira revela que já perde o megahair na hora H

dezembro 14, 2011 | Aluna, América do Sul, Celebridade, Comportamento, Foto, Sensualidade


Mais loira para aproveitar as festas de fim de ano, Geisy Arruda ficou cerca de sete horas sentada para trocar o megahair e mudar o visual no salão do hairstylist Wesley de Faria, no Brooklin, em São Paulo. Durante um bate-papo, enquanto algumas mechas de seu megahair antigo eram retiradas, Geisy contou que usa o cabelão para seduzir o parceiro na cama, mas revelou que já perdeu fios do cabelo na hora H.

“Toda mulher de lingerie e cabelão fica mais sexy, a gente pode jogar o cabelo, fazer uma sedução. Tem homem que gosta de puxar”, afirmou lembrando do momento embaraçoso. “Não tem perigo de sair porque a gente cola bem colado, mas já aconteceu uma vez de cair uma mecha depois de um puxão muito forte. Ele falou ‘caiu’ e eu disfarcei e falei que era normal, mas quase morri de vergonha”, contou rindo.

Desde o dia em que foi hostilizada na faculdade por usar um vestido curto até hoje, seu cabelo já sofreu várias mudanças e uma delas é o uso continuo dos apliques para ficar com um cabelão, que na época não passava da altura dos ombros. Apesar de seu cabelo já estar comprido, a loira não dispensa o acessório.

“O cabelo comprido já faz parte do meu dia dia, do meu visual e é um acessório de que eu não consigo abrir mão, é essencial. Gosto muito do megahair porque me dá volume, me permite fazer muitos penteados. Quanto mais cabelo melhor, eu não pretendo abrir mão dele tão cedo”.

Megahair de Queratina

Para o cabelo de Geisy, Wesley revelou que usa seis tons de coloração, mais de 500 mechas de cabelo natural e que esse visual custa no mínimo 9 mil reais.
“Uso um tom na raíz da Geisy, que é escura e até seis tons no megahair. Os preços variam de 2,800 a 14 mil reais. Quanto mais comprido e mais loiro, mais caro fica.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.