Fotos do terremoto no Haiti – Sobe para 17 o número de militares mortos no tremor, diz Exército

janeiro 18, 2010 | Acidentes, África, América Central, Brasil, Comportamento, Flagrantes, Foto, Incidentes, Internacional, Mundo, Terremoto, Videos


O coronel participava de reuniões de coordenação de pessoal no Haiti.
País foi atingido por terremoto de magnitude 7 na terça-feira (12).

Em nota divulgada nesta segunda-feira (18), o comando do Exército em Brasília confirmou a morte do coronel João Eliseu Souza Zanin, que estava entre os quatro militares desaparecidos desde o dia 12 de janeiro, quando o terremoto de intensidade 7 devastou o Haiti.

Zanin é o 17º militar brasileiro morto na catástrofe. “O coronel estava ligado ao gabinete do comandante do Exército e encontrava-se no Haiti participando de reuniões de coordenação de pessoal, diz a nota.

O Brasil comanda uma missão de paz da Organização das Nações Unidas no país. Dos quatro militares que estavam desaparecido, apenas o major Márcio Guimarães Martins, de Natal (RN), ainda não foi encontrado pelas forças brasileiras no Haiti.

Fotos do desastre no Haiti – Terremoto

Brasileiros

Com a localização do corpo do coronel, sobe para 19 o número de brasileiros mortos na tragédia. Além dos 17 militares, também foram vitimados o diplomata Luiz Carlos da Costa, que ocupava o segundo cargo mais importante da ONU no Haiti, e a médica sanitarista e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns.

O terremoto no Haiti deixou um número ainda não determinado de mortos, na cada de dezenas de milhares, e arrasou a infraestrutura da capital, Porto Príncipe, deixando 10% do prédios destruídos e milhares de desabrigados.

A situação humanitária na cidade é grave, e o mundo tenta acelerar a ajuda humanitária ao país para evitar o colapso. Falta água e comida, os mortos são enterrados em valas comuns.

O governo local já relatou saques, episódios de violência e a volta à ação de gangues armadas.

Mortos

Ainda nesta segunda, o comandante do Exército, Enzo Martins Peri, informou que os corpos dos militares que morreram no Haiti devem chegar ao Brasil nesta quarta-feira (20).

Segundo ele, os corpos chegarão em Brasília, onde haverá “honras fúnebres” aos militares vitimados pelo terremoto.

O Comando do Exército informou que foi identificado o corpo do tenente-coronel Marcus Vinicius Macêdo Cysneiros, que se encontrava desaparecido na cidade de Porto Príncipe.
Efetivo

Peri também informou nesta segunda que o Brasil tem condições de dobrar o número de militares presentes no Haiti. Atualmente, há 1.266 militares brasieiros no Haiti.

“Teríamos condições de dobrar nosso efetivo. Foram tropas que já foram para o Haiti. Já estão treinadas nos mais diversos aspectos, ou tropas que serão treinadas. Também teria que ver qual seria a composição destas tropas. Qual a natureza das tropas e de reforço?”, disse ele, acrescentando que mais de 10 mil militares brasileiros já passaram pelo Haiti.

O comandante do Exército acrescentou, porém, que a decisão de enviar mais soldados brasileiros cabe ao governo, mas também tem de passar pelo Congresso Nacional. “Mas é preciso que [o pedido] seja formalizado pela ONU, que o governo entenda que assim deve ser, apoiado pelo Congresso”, disse Peri.

Fonte G1

Comentários (1)

 

  1. leticia disse:

    bom realmente foi terrivel Deus que de uma mão para todos que precisam neste momento tão dolorido.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.