Fraudes bancárias – Polícia Federal quer implementar novo sistema de segurança até 2014 – Batizada de Oráculo, a plataforma se assemelha ao Projetos Tentáculos

outubro 27, 2011 | América do Sul, Brasil, Comportamento, Crime, Federal, Internet, Ministério da Justiça, Polícia, Tecnologia

Cibercrimes

Batizada de “Oráculo“, a plataforma se assemelha ao “Projeto Tentáculos“, usado no combate a fraudes bancárias

Segundo informações de Ivo de Carvalho Peixinho, perito criminal da unidade de repressão ao crime cibernético da Polícia Federal, o órgão pretende implantar um novo projeto de segurança contra cibercrimes até o início de 2014. Batizado de “Oráculo”, tal projeto foi exibido durante o CNASI (Congresso Latino-americano de Auditoria de TI, Segurança da Informação e Governança), realizado durante essa semana em São Paulo. “O uso cada vez maior da internet faz com que a criminalidade online também cresça e eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas têm potencial de ampliá-los”, diz Peixinho.

Ainda em fase de planejamento, Peixinho afirma que o “Oráculo” vai aplicar para crimes na rede os mesmos processos utilizados pelo “Tentáculos”, outro projeto da PF, voltado a crimes de fraude bancária. A ideia, segundo o perito, é reunir em torno da Polícia Federal a colaboração de bancos e grandes corporações que tenham sido vitima de ataques pela rede mundial de computadores. Para ele, a concentração de eventos de grande porte, como a Copa do Mundo de 2014, abre possibilidades de ataques de negação de serviço, invasões, defacement, proliferação de malwares, botnets e, principalmente, ataques a sistemas críticos. O uso cada vez maior da internet faz com que a criminalidade online também cresça e eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas têm potencial de ampliá-los.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.