IBGE – População brasileira ultrapassa os 191 milhões

agosto 14, 2009 | ABC, Amazonas, América do Sul, Bahia, Belém, Belo Horizonte, Brasil, Brasília, Ceara, Comportamento, Curitiba, Distrito Federal, Economia, Educação, Espírito Santo, Estudos, Fortaleza, Guarulhos, João Pessoa, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Urbelândia, Utilidade Pública

Estimativa considera taxas da natalidade, mortalidade e migração.


Data de referência do levantamento é 1º de julho de 2009.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta sexta-feira (14), a estimativa da população brasileira para estados e municípios.

A data de referência do levantamento é, segundo o instituto, 1º de julho de 2009.

Em todo o país, a população estimada é de 191.480.630 pessoas.

No levantamento do ano passado, realizado em agosto, a população total estimada no país era de 189.612.814 pessoas.

Ainda de acordo com o IBGE, São Paulo é a unidade da federação mais populosa, com 41,4 milhões de habitantes, seguida por Minas Gerais (20 milhões) e Rio de Janeiro (16 milhões). Nessas três unidades da federação da Região Sudeste se concentram cerca de 40,4% da população brasileira.

Entre os municípios, São Paulo é a cidade mais populosa, com 11 milhões de habitantes, seguida pelo Rio de Janeiro (6,2 milhões) e Salvador (3 milhões). Se desconsideradas as capitais, os municípios brasileiros mais populosos são Guarulhos (1,3 milhão), Campinas (1,1 milhão) e São Gonçalo (992 mil habitantes), que estão nas três primeiras posições desde 2000.

O levantamento do IBGE aponta ainda que a cidade de Borá, em São Paulo, tem a menor população do país, estimada em 837 habitantes.

De acordo com o instituto, para a estimativa são consideradas as taxas da natalidade, mortalidade e migração. Os dados do IBGE consideram os 26 estados do país e o Distrito Federal. São estimadas as populações de 5.565 municípios brasileiros.

Pesquisa anual

A estimativa da população residente nos municípios é divulgada anualmente, em cumprimento ao que determina a lei complementar nº 59, de 22 de dezembro de 1988, e o artigo 102 da lei nº 8443, de 16 de julho de 1992.

As estimativas populacionais são importantes para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos. O parâmetro é, segundo o IBGE, usado pelo Tribunal de Contas da União na distribuição do Fundo de Participação de Estados e Municípios.

Fonte G1

Comentários (2)

 

  1. lara naiandra disse:

    ooooooooooooooooooooooooooooooootimo.obg

  2. Mario Rogeri Montipó disse:

    É muito dificil conseguir os dados de habitantes dos municípios. Parece que o IBGE não deseja que se tome conhecimento dos dados. Tenho uma coluna no jornal ‘AFOLHA REGIONAL’ com sede no município de Muzambinho – MG – e, estou escrevendo uma série de artigos sobre alguns municípios do sul do estado. Tenho muito trabalho para conseguir alguns dados sobre a população dos municípios. Você acessa dados sobre número de habitantes e não consegue êxito nas tentativas. O IBGE, que é um órgão de credibilidade e confiança não está transparente às consultas. Desculpem-me a veêmencia do questionamento. Abraços

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.