Michael Jackson – Vídeo foi para mostrar como é fácil divulgar informações falsas na internet

setembro 1, 2009 | Acidentes, América do Norte, Cantor, Celebridade, Cinema, Comportamento, Dançarino, Internacional, Internet, Medicina, Mundo, Música, Videos, YouTube

Reproducao-do-video-falso-em-que-Michael-Jackson-aparece-vivo-saindo-de-uma-ambulancia-Foto

Reprodução do vídeo falso em que Michael Jackson aparece 'vivo', saindo de uma ambulância (Foto BBC)

Uma rede de TV alemã exibiu o making of de um vídeo visto por milhares de pessoas na internet no qual um suposto Michael Jackson aparece vivo, saindo de um veículo que transportou seu cadáver.

O vídeo, de pouco mais de 20 segundos, mostra um furgão que entra no que parece ser a garagem de um prédio onde o suporto Michael Jackson sai andando.

Após estacionar, o motorista abre a porta traseira do veículo – que traz escrita a palavra coroner (legista, em inglês) na traseira -, deixando passar uma pessoa de aparência frágil que protege o rosto.

Ambos entram a seguir por uma porta, deixando a garagem.

A placa do veículo leva o mesmo número que a do furgão que transportou o corpo de Jackson no dia de sua morte.

Repercussão

O vídeo já foi visto por milhares de pessoas no site YouTube. Só nas primeiras 24 horas após sua divulgação, foi assistido 140 mil vezes.

O making of da filmagem foi exibido no programa Explosiv, da rede alemã RTL.

O experimento, segundo a emissora, foi realizado para “provar como é fácil a divulgação de informações falsas na internet“.

“Nós mesmos nos surpreendemos com a rapidez da repercussão do vídeo”, disse à BBC Brasil Heike Schultz, porta-voz da RTL. “Na internet, foram registrados mais de 3,5 milhões de comentários sobre o vídeo”, acrescentou.

Alguns fãs de Michael Jackson se incomodaram com a brincadeira usando a imagem do ídolo.

A emissora, entretanto, destaca que não teve o intuito de ofender os admiradores do cantor.

“Escolhemos Michael Jackson porque, para esse experimento, tínhamos que lidar com um tema atual e de alcance mundial. Mas poderíamos ter optado por um outro personagem, se o momento fosse outro”, disse Schultz.

“Não tivemos a intenção de ofender ninguém, nem de manipular ou confundir as pessoas, por isso a RTL retirou o vídeo da internet poucas horas depois”, afirma.

A RTL lembra que divulgou um comunicado de imprensa informando sobre a falsidade do filme, pouco antes de colocar o clipe na internet.

Mesmo assim, alguns veículos europeus abordaram o assunto, especulando sobre uma suposta encenação da morte do artista.

Entre eles estão o britânico Daily Telegraph e o tablóide alemão Bild

Fonte G1

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.