O médico Róger Abdelmassih, que foi acusado de crimes sexuais contras mulheres teria sido visto em padaria de São Paulo

dezembro 12, 2012 | Padrão

Imagens captaram na última segunda-feira (10) um homem que poderia ser o médico Róger Abdelmassih, condenado a 278 anos de prisão por acusação de 56 crimes sexuais contra mulheres. O médico é considerado foragido pela Justiça desde 2011.

O homem aparece na imagem em uma padaria no bairro de Vila Nova Conceição, na zona sul da cidade de São Paulo. Ele encontra outro homem no local, onde teria ficado por volta de 20 minutos.

Segundo o delegado Waldomiro Milanesi, da divisão de capturas do DHPP, uma equipe foi hoje ao local e requisitou as imagens do circuito de segurança que teriam flagrado a presença do médico

O delegado também entrou em contato por telefone nesta quarta-feira (20) com o empresário Fabrizio Fazano Júnior, que postou no Facebook a informação de que Roger Abdelmassih estaria em São Paulo. Segundo o delegado, Fabrizio estava no aeroporto embarcando em um voo e não pôde dar informações.

Waldomiro Milanesi afirmou que as características físicas do homem que aparece no vídeo divulgado nesta quarta-feira (12) pela imprensa diferem às de Roger Abdelmassih, já que o médico é mais baixo e mais fraco. Mesmo assim, a polícia segue apurando a denúncia.

Em entrevista ao Cidade Alerta, uma mulher chamada Helena, que afirmou ser uma das vítimas de Abdelmassih, disse acreditar que se trata do médico. Ela infomou que se assustou ao ver as imagens pela televisão.

— O jeito de ele andar, o jeito de mexer os braços, as costas […] O jeito desconfiado de olhar de um lado para o outro. Eu até me assustei quando eu vi.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.