Reajuste na tabela do Imposto de Renda – Ministro diz que o governo anunciará reajuste de 4,5%

fevereiro 24, 2011 | América do Sul, Brasil, Economia, Imposto de Renda 2011, Impostos, Política, Presidente, Receita Federal

O anúncio da correção deve ser feito por meio de Medida Provisória

A presidente Dilma Rousseff enviará nos “próximos dias” ao Congresso uma Medida Provisória corrigindo em 4,5% a tabela do Imposto de Renda. O reajuste é necessário para garantir que os aumentos salariais conquistados no ano passado não sejam minimizados pela não correção dos impostos.

Em entrevista realizada nesta quinta-feira (24), no Palácio do Planalto, o ministro de Relações Institucionais, Luiz Sérgio, disse que a presidente determinou ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, a preparação do texto com essa mudança. Luiz Sérgio não especificou em qual dia a MP será enviada, mas sinalizou que isso deve ocorrer no início da próxima semana.

Questionado se o governo não teme um novo embate com as centrais sindicais – que querem um percentual de correção maior para o tabela do IR -, Luiz Sérgio disse que o Planalto fez um acordo com as próprias centrais em relação ao tema e vai cumprir o que foi estabelecido, ou seja, os 4,5% de correção.

Ele declarou, também, que a proposta definindo o ajuste da tabela será feita por meio de Medida Provisória com o objetivo de garantir que a alteração tenha efeito imediato.

Na entrevista, o ministro disse que a presidente Dilma ficou satisfeita com a aprovação, na quarta-feira (23), no Senado, da proposta do governo de um salário mínimo de R$ 545.

Ele afirmou que o governo não trabalha com a perspectiva de punir cinco senadores da base aliada que votaram contra o projeto.

– Estamos satisfeitos que a grande maioria da base aliada tenha atendido ao pedido do governo. Esses casos pontuais de dissidência são problemas dos partidos e não do governo.

Luiz Sérgio voltou a dizer, como nas últimas semanas, que o governo não fez barganha para garantir a aprovação do salário mínimo de R$ 545 na Câmara e no Senado.

Fonte R7

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.