Sexo no Twitter – Polícia pede dados de internautas que viram vídeo de sexo entre adolescentes

julho 29, 2010 | América do Sul, Brasil, Comportamento, Crime, Foto, Internet, Polícia, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Videos, YouTube


Responsável por investigação enviou solicitação a site de compartilhamento.
Número permitirá identificação de cerca de 12 mil internautas.

O delegado Emerson Wendt, da Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos de Porto Alegre, solicitou nesta quinta-feira (29) a identificação dos 3 internautas que publicaram na rede um vídeo no qual dois adolescentes, de 14 e 16 anos, aparecem realizando atos sexuais. O delegado também pediu ao site de compartilhamento de arquivos 4shared informações sobre as cerca de 12 mil pessoas que fizeram o download do vídeo.

“Enviamos hoje (29) um documento eletrônico solicitando a identificação destes usuários“, afirmou Wendt em entrevista ao G1. “Não será um processo rápido”, acredita o delegado, que adiantou que, se necessário, vai pedir ajuda à Polícia Federal para tentar, a partir dos endereços de IP (Internet Protocol) identificar quem foram as pessoas que postaram os vídeos, além de quem teve acesso ao arquivo. “Mas vamos aguardar quanto tempo for necessário para obter essas informações.”

O G1 tentou entrar em contato com o 4shared por telefone e por e-mail, sem obter resposta. O site, criado em 2005 por dois empresários de Kiev, na Ucrânia, está registrado nas Ilhas Virgens Britânicas, em nome da empresa New IT Solutions Ltd.

Identificados

Os dois adolescentes que exibiram as cenas de sexo na madrugada de segunda-feira (26) foram identificados pela Polícia Civil e ouvidos na terça-feira, acompanhados de seus pais. De acordo com Wendt, eles foram liberados com o compromisso de apresentação ao Ministério Público quando convocados.

“O adolescente, de 16 anos, afirmou que a menina tinha perdido uma aposta em um jogo de cartas on-line. A roupa dela seria tirada de acordo com o número de espectadores on-line. Eles estavam juntos na cena, realizando atos sexuais”, diz Wendt ao G1.

Fonte G1

Comentários (2)

 

  1. Bruno disse:

    filhos da mãe , ficam vendoo essas merda , bando de fedelhos que so quer punheta na vida _!_ “

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.