Ter sucesso na vida – Nove segredos para ser um profissional bem-sucedido

junho 2, 2011 | Padrão

Especialista informa que o diferencial para alcançar o sucesso está no que as pessoas fazem e não no que elas são.

Qual o segredo dos profissionais bem-sucedidos?

Mudar algumas atitudes, de acordo com a psicóloga e autora de um livro sobre esse tema – o ‘Suceed: How We Can Reach Our Goals’, ainda sem versão em português –, Heidi Grant. Segundo ela, após décadas de pesquisas sobre os motivos que levam algumas pessoas a terem sucesso em determinadas áreas, ficou comprovado que o diferencial delas está muito ligado ao que elas fazem e não, necessariamente, a suas habilidades natas.

Em um artigo publicado na Harvard Business Review, Heidi cita nove atitudes que são comuns a profissionais bem-sucedidos e que podem servir de exemplo para quem quer alcançar seus objetivos:

1. Seja específico

– Quando as pessoas definem um objetivo, elas devem ser o mais específicas possíveis. Como exemplo, a especialista cita que é melhor decidir perder ‘cinco quilos’ do que ‘alguns quilos’. Segundo ela, isso ajuda a deixar mais claro o objetivo a ser seguido e estimula o indivíduo a ficar motivado para atingir a meta.

“Também pense sobre ações específicas que precisam ser tomadas para alcançar seus objetivos. Só prometer que vai comer menos ou dormir mais é muito vago, seja mais preciso”, pontua Heidi, dizendo que é melhor definir que vai “estar na cama às 10 horas da noite durante a semana”, por exemplo.

2. Defina o momento para agir

– As pessoas têm hoje cada vez menos tempo, assim, não é surpreendente que elas deixem a rotina fazê-las perder oportunidades de agir para alcançar os objetivos estabelecidos. Assim, a psicóloga aponta que é importante definir um momento específico para buscar suas metas.

A sugestão é que os indivíduos, mais uma vez, sejam bem específicos. Por exemplo, ao estabelecer que usarão 30 minutos antes do trabalho para fazer ligações necessárias ou para aprimorar o inglês. “Estudos mostram que esse tipo de planejamento ajuda o cérebro a detectar a oportunidade quando ela aparece, aumentando as chances de sucesso em 300%”.

3. Saiba exatamente onde quer chegar

– atingir qualquer objetivo também requer um monitoramento rigoroso do progresso. Se a pessoa não percebe que ela não está indo bem, pode tentar ajustar suas estratégias. O ideal é checar isso de forma semanal ou até diária, dependendo da meta.

4. Seja um otimista realista

– Quando alguém estabelece um objetivo é importante ter a confiança de que vai ser bem-sucedido. Isso ajuda a manter o indivíduo motivado. Mas as pessoas também não podem deixar que isso faça com que subestimem as dificuldades ao longo do caminho.

“A maioria das metas requer tempo, planejamento, esforço e persistência”, pontua Heidi. Ela cita que estudos comprovam que o pensamento de que as coisas serão fáceis e exigirão pouco esforço deixa os indivíduos pouco preparados para o que eles vão enfrentar na realidade e aumenta as chances de fracasso.

5. Foque em fazer melhor, em vez de pensar apenas naquilo que é bom

– “Muitos de nós acreditam que nossa inteligência, personalidade e atitudes são estáticas – não importa o que façamos, não vamos melhorá-las”, afirma a especialista. Como resultado, ela diz que focamos em objetivos que conseguimos alcançar com nosso perfil atual, em vez de tentar buscar os conhecimentos e as habilidades necessárias.

Ainda segundo Heiti, décadas de pesquisas comprovam que as habilidades humanas são profundamente maleáveis. Assim, acreditar que você pode mudar para atingir um objetivo específico é o melhor caminho. “Pessoas que chegam lá são aquelas que ficaram melhores, em vez de serem boas”, relata.

6. Seja decidido

– Essa é a única forma de não sucumbir frente às dificuldades, aconselha a psicóloga. Mais uma vez, ela cita que pesquisas comprovam que pessoas determinadas conseguem maior nível de escolaridade e melhores resultados ao longo da vida.

A boa notícia, segundo Heiti, é que as pessoas que hoje não são muito determinadas têm como reverter esse cenário. Em especial, se elas tiverem em mãos um bom planejamento de seus objetivos e como querem alcançá-los. Isso serve para dar segurança de que o caminho está correto e, por conseqüência, fazer as pessoas se sentirem mais decididas.

7. Exercite sua força de vontade

– A psicóloga diz que a força de vontade deveria ser tratada como qualquer músculo do corpo humano, ou seja, ela precisa de exercícios regulares para fortalecê-la.

“Para exercitar a força de vontade, assuma um desafio que exija fazer algo que, honestamente, não sabe”, aconselha. “Comece com um desafio e planeje como você vai lidar com os problemas quando eles acontecerem. Vai ser difícil no começo, mas depois ficará mais fácil”, complementa.

8. Não abuse da sorte

– Não importa o quão forte for sua força de vontade, é importante sempre respeitar o fato de que existe um limite, aconselha Heiti. Ela sugere que, para isso, as pessoas não assumam muitos desafios importantes ao mesmo tempo e evitem entrar em situações impossíveis. “Pessoas de sucesso sabem que não precisam tornar um objetivo mais difícil do que ele realmente é”, afirma.

9. Foque no que você vai fazer

– Evite ficar concentrado no que você não pode fazer e se foque no que precisa realizar para atingir um determinado objetivo. “Troque os hábitos ruins pelos bons, em vez de se concentrar apenas nos problemas”, aconselha Heiti. Um exemplo dessa situação, segundo a especialista, é quando a pessoa se sente nervosa por uma determinada situação e, em vez de ficar remoendo o acontecimento, ela se foca em buscar a calma, por meio de uma respiração mais profunda e exercícios de relaxamento.

Fonte: Olhar Digital

 

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.