Transplante de rosto – Acidente de trabalho deixa homem polonês desfigurado

maio 22, 2013 | Acidentes, Foto, Internacional, Mundo

foto-transplante-de-rosto-homem-polones-imagem

Um polonês de 33 anos recebeu um transplante de rosto, três semanas depois de ficar desfigurado em um acidente de trabalho. Nesta quarta-feira, os médicos que acompanharam o caso afirmaram que a reconstrução facial foi a primeira a ser realizada de forma emergencial para salvar a vida de um paciente. A operação aconteceu no último dia 15. As informações são da agência Associated Press.

Transplantes de rosto são procedimentos relativamente raros e que, geralmente, necessitam de uma preparação de meses ou até anos. Mas, neste caso, as autoridades médicas afirmaram que a condição do paciente polonês estava piorando tão rapidamente que um transplante foi visto como a única opção. O homem agora está sob observação para evitar qualquer possível infecção.

O homem, identificado apenas como Grzegorz, trabalhava em uma oficina, na qual, em abril, uma máquina usada para cortar pedra o atingiu no rosto, quebrando seu maxilar superior. Ele recebeu tratamento intensivo em um hospital de Wroclaw, na Polônia, mas uma tentativa de recolocar seu próprio rosto falhou, segundo os médicos.

Então, ele foi levado para o Instituto de Oncologia em Gliwice, único lugar na Polônia licenciado para fazer transplantes de rosto e com experiência em reconstrução facial para pacientes desfigurados pelo câncer. Em 15 de maio, logo após ter encontrado um doador compatível com o paciente, os médicos do instituto fizeram a cirurgia, que durou 27 horas e incluiu um transplante ósseo. O doador foi um homem de 34 anos de idade.

A cirurgia reconstruiu a face, mandíbula, palato e parte inferior da cavidade ocular do homem. As fotos mostram os pontos da cirurgia correndo acima do olho direito do paciente, sob o olho esquerdo e ao redor do rosto para o pescoço.

foto-transplante-de-rosto-homem-polones

O chefe da equipe de cirurgiões, Dr. Adam Maciejewski, disse que este foi o primeiro transplante de rosto do mundo realizado logo após o dano. Transplantes de rosto são geralmente um último recurso, depois que cirurgias reconstrutivas e plásticas convencionais foram considerados.

O homem enfrentou o perigo de infecções por causa do enorme dano à área da boca e dos ossos do crânio. Ele não conseguia respirar por conta própria, nem comer.

“Esperamos que a cirurgia permita ao paciente voltar à vida normal”, disse Maciejewski. “Ele vai ser capaz de respirar, de comer, de se ver.”

No entanto, o cirurgião Dr. Michal Grajek disse à Associated Press que o paciente ainda corre o risco de infecção e que os médicos estão usando drogas para afastar quaisquer potenciais infecções virais ou bacterianas.

Por enquanto, o paciente está em isolamento estéril, mas ele já começou o processo de reabilitação. Ele vai usar medicamentos especiais para o resto da vida para evitar a rejeição do novo rosto.
Mais de duas dúzias de transplantes do rosto ou partes da face foram realizados em todo o mundo. O primeiro foi um transplante parcial de rosto em uma mulher mutilada por seu cachorro na França em 2005.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.