Tsunami no Japão – Mortos no terremoto são mais de 1.300 – Autoridades acreditam que o número total possa ultrapassar os 10 mil

março 13, 2011 | Padrão

Nesse domingo (13) são mais de 1.353 o número de mortos e 1.085 o de desaparecidos pelo terremoto e posterior tsunami da última sexta-feira. Mas existe o temor de que o número ultrapasse os 10 mil.

Tremor e maremoto causaram mortes, devastação e crise nuclear no país.

O terremoto de magnitude 8,9 seguido de um tsunami na sexta-feira deixou pelo menos 1.353 mortos e 1.085 desaparecidos no Japão, segundo o balanço mais recente da Polícia Nacional.
Mas as autoridades admitem que o número de vítimas deve ficar bem maior.

A polícia da província de Miyagi afirmou que estima que mais de 10 mil pessoas tenham morrido só lá. A província tem uma população de 2,3 milhões e é uma das três mais afetadas pelo desastre.

Em paralelo com os trabalhos de resgate, cresce a preocupação com a situação na usina nuclear de Fukushima, onde há risco de uma nova explosão. Também foi decretado estado de emergência na usina de Onagawa, onde o índice de radioatividade estava acima do permitido.

O governo mandou 100 mil militares para as zonas afetadas, dobro do número previsto inicialmente, e já começam a chegar ao Japão as primeiras equipes de resgate enviadas por outros países.

Os EUA puseram à disposição das Forças de Autodefesado Japão seu porta-aviões Ronald Reagan para que seja utilizado como base logística dos helicópteros que voam para as zonas afetadas.

Infraestrutura prejudicada

Milhões de pessoas seguem sem eletricidade e água potável nas zonas afetadas pelo tremor, eo o governo alertou para o risco de blecautes se não houver economia de luz.

Segundo a TV NHK, pelo menos 1,4 milhão de famílias estão sem água potável desde sexta, e outras 2,5 milhões de casas estão sem energia elétrica nas províncias de Aomori, Iwate, Miyagi e Fukushima.
O combustível nos postos de gasolina das províncias atingidas está sendo racionado.

Os cortes de eletricidade afetaram dezenas de hospitais próximos à cidade de Sendai, capital de Miyagi, e que foi a mais afetada.

O Parlamento do Japão não vai funcionar nesta seguna, nem as fábricas das princiais montadores do país: Honda, Nissan, Mitsubishi, Suzuki e Toyota.

O ministro da Economia, Banri Kaieda, disse que as empresas Tokyo Electric Power e Tohoku Electric Power podem aplicar blecautes controlados em sua provisão a partir de segunda-feira para evitar cortes maciços de eletricidade provocados pelo terremoto.

Sétimo pior da história

O tremor foi o 7º pior na história, segundo a agência americana que monitora terremotos, e também o pior já registrado no Japão. Ele foi seguido de mais de duas centenas de réplicas superiores a 5, várias delas sentidas pela população.

O país segue em alerta de novas réplicas.

Houve um alerta de tsunami para diversos países da costa do Oceano Pacífico, mas a chegada das ondas a estes locais causou apenas danos menores, e o alerta foi cancelado. Milhares de moradores foram retirados por precaução.

Comentários (4)

 

  1. MARIDETE disse:

    POR FAVOR PODEM ME INFORMAR SE A CIDADE DE YAMASHI-KEN É PERTO DO LUGAR ONDE HOUVE O TERREMOTO,TENHO PARENTES LÁ ESTOU PREOCUPADA.

  2. eliane orlandini disse:

    escuta aqui,tal,leticia…!Quem vc pensa que e pra ta falando em bombas o que esta escrito nas escrituras sagradas apenas esta se cumprindo…Ve se para de profanar coisas de que vc nem sabe explicar,,soment ore por nossos irmaos japoneses,faça sua parte pra sua consciencia nao pesar…ore muito,DEUS ira te abençoar e esquecer da sua alucinante revolta..

  3. Daniele disse:

    Nossa!!! Quem é essa tal de Letícia para julgar as pessoas pelo que elas fazem, os japoneses nao causaram isso, não pediram que o terremoto e nem menos o tsunami acontecesse… realmente o que mais me espanta é o pensamento de algumas pessoas… Mais que Deus proteja à todas as pessoas que necessitam de ajuda e de conforto e coloque esses anjos que estão sempre prontos para ajudar o próximo…

  4. LETICIA disse:

    ESSES JAPONESES VAO PAGAR NO QUE ELES FISERAO, E AGORA NAO SABEM DESARMAR A BOMBA AGORA E SO ORAR PARA DEUS NAO DEIXAR ISSO ACONTECER

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.