Turismo no Rio de Janeiro – Ondas de ataques nas favelas não deve prejudicar turismo

novembro 27, 2010 | Acidentes, América do Sul, Brasil, Comportamento, Crime, Morro do Alemão, Rio de Janeiro, Turismo, Turismo

Turismo no Rio de Janeiro – Onda de ataques nas favelas não deve prejudicar turismo

Reservas não foram canceladas, mas bares tiveram queda de até 60%.
Se ataques persistirem, porém, pode ocorrer reflexo negativo.

A onda de violência no Rio de Janeiro, se controlada, não deverá afetar o turismo e a imagem da cidade a longo prazo, avaliam especialistas ouvidos pelo G1. De imediato, hotéis e agências de viagens da capital fluminense ainda não registraram cancelamentos de reservas ou queda no movimento, notada, contudo, em bares e restaurantes, dizem entidades do setor.

A redução na frequência dos bares e restaurantes chegou a 60% na zona norte na noite de quinta-feira (25), disse o Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes do Rio (SindRio). Na zona sul, a queda foi de 40%. Segundo a entidade, a redução na quinta foi maior do que a esperada, que era de 30%. Foram ouvidos 30 estabelecimentos associados. Os percentuais haviam sido entre 15% e 20% na quarta (24).

A queda, porém, não havia sido registrada nos hotéis até esta sexta-feira (26), de acordo com o presidente do SindRio, Pedro de Lamare. “Ainda não sentimos cancelamentos na parte de hotelaria. As reservas foram feitas com antecedência”. Para Lamare, talvez possa acontecer de o público que visitaria de imediato a cidade repensar se fará ou não a viagem, mas eventos como o final de ano, férias de verão e carnaval não devem ser prejudicados.

Veja matéria completa no blog Brasil Turismo – Turismo no Rio de Janeiro – Ondas de ataques nas favelas não deve prejudicar turismo

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.