Vazamento de senhas: Hotmail, Gmail, AOL e Yahoo – Golpe chamado “Phishing”

outubro 6, 2009 | Blogs, Brasil, Comportamento, Crime, Internet, Justiça, Mundo, Tecnologia

Phishing -Golpe-Fraude-Internet-Email-orkut-hotmail-redes-sociais-curiosidade-fotosMais de 20 mil dados sobre contas de e-mail foram publicadas na internet

O vazamento de senhas, que atingiu usuários do Hotmail no último fim de semana, também afetou internautas que usam os sistemas do Yahoo!, Gmail e AOL – mais de 20 mil senhas foram publicadas na internet. A informação é do site Neowin e da rede de TV britânica BBC, que revelaram o problema nesta segunda-feira (5).

A BBC diz que a nova lista também foi publicada no site Pastebin.com, um fórum em que profissionais especializados compartilham informações sobre códigos – a mesma página havia recebido as senhas do Hotmail.

Algumas das contas parecem estar velhas ou inutilizadas, mas grande parte dos nomes da lista é verdadeira.

A principal suspeita é que esses dados tenham sido obtidos por meio de um golpe chamado “phishing”.

Phishing é uma palavra em inglês para representar um tipo de fraude muito comum em que o internauta recebe mensagens não solicitadas por e-mail, via recados no Orkut, por exemplo, e pelos programas de mensagens instantânea, como o Live Messenger (popularmente conhecido como “MSN“). O objetivo de praticar essa fraude é confundir o usuário – para isso, usa-se mensagens como se fossem de um banco, site de compras, Receita Federal, entre outros. O internauta que “cai” no golpe fornece seus dados ou clica em links repletos de vírus.

Os meios mais usados por criminosos para enganar os internautas com o phishing são o envio de cartões virtuais, álbum de fotos, notícias e boatos, inscrições para programas de televisão, convites para sites de relacionamento, promoções e prêmios. Eles também usam sites falsos de empresas como bancos e também órgãos ligados ao governo: IBGE (censo), Receita Federal, Polícia Federal, SERASA e SPC (órgãos responsáveis por análise de crédito ao consumidor) . Fique ligado porque essas instituições nunca usam e-mails ou links para se comunicar com as pessoas.

Eduardo Godinho, especialista em segurança da empresa Trend Micro, diz que, para não ser vítima desse tipo de fraude, os internautas precisam controlar a curiosidade.

– Quem usa a internet não pode clicar em qualquer link e nem abrir e-mails enviados por desconhecidos. Muitas mensagens mentirosas com links sobre a gripe suína chegaram por e-mail, foram abertas e tinham links que instalaram programas espiões nos PCs dos internautas descuidados.

Nas redes sociais ou serviços de mensagens instantâneas, o usuário tem de clicar apenas em links enviados por amigos. Desconfie se a mensagem que acompanha o link destoa do perfil da pessoa. Ao fazer downloads de programas, músicas, fotos e vídeos, não é possível adivinhar se o arquivo está infectado com um vírus. Portanto, os downloads feitos a partir de sites confiáveis correm menos riscos.

Em comunicado enviado à imprensa, a Microsoft negou que um problema em seu banco de dados tenha causado a exposição dos dados. A empresa diz que abriu uma investigação sobre o assunto e que está “trabalhando para que os usuários retomem o controle sobre suas contas”.

Fonte R7

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.