Vídeo do incêndio na Rússia – Veja imagens da boate Lame Horse em Moscou

dezembro 5, 2009 | Acidentes, Crime, Flagrantes, Mundo, Polícia, Rússia, Videos


Incidente ocorreu no centro da cidade de Perm, na região dos Urais.
Fogos de artifício usados indevidamente podem ter provocado o desastre.

Imagens de um cinegrafista amador mostram o momento em que se iniciou um incêndio que deixou mais de 100 mortos numa boate da cidade russa de Perm, a cerca de 1.200 km de Moscou.

Segundo a agência de notícias Associated Press, o número de mortos confirmados chega a 109, além de cerca de 90 feridos em estado grave.

A explosão ocorreu às 23h15 de sexta-feira (4) horário de Moscou (18h15 de Brasília), segundo o Ministério de Emergências, citado pela agência RIA Novosti. Perm tem uma população de 1,2 milhão e é a sexta maior cidade na Rússia.

A explosão aconteceu na casa noturna chamada Lame Horse, no Centro da cidade. Haveria cerca de 250 pessoas no local, comemorando o oitavo aniversário da boate.

Autoridades disseram que a explosão foi causada por fogos de artifício usados de maneira incorreta. Segundo Vladimir Markin, investigador da procuradoria local, as explosões atingiram o teto, provocado chamas e teriam causado pânico e correria.

Muitas pessoas morreram vítimas de intoxicação.

Centenas de cravos vermelhos e velas foram colocadas ao redor da boate.O incêndio desta sexta-feira o pior no país em décadas, disseram autoridades de emergência. O último desastre em uma boate causado por incêndio aconteceu em 2004, em Buenos Aires (Argentina), quando quase 200 pessoas morreram.

Markin continua descartando a possibilidade de ataque terrorista, segundo informam as agências internacionais de notícias.

O ministro do Interior, Rashid Nurgaliyev, afimrou que não havia evidência de uma bomba. Promotores russos afirmaram que cinco funcionários do local, incluindo o dono da boate e seus fundadores, foram detidos em um processo criminal sob suspeita de descumprir regulamentos de incêndio e homicídio culposo.

O presidente russo, Dmitry Medvedev, enviou uma equipe à cidade para ajudar na organização da assistência médica aos sobreviventes e investigar o caso. O primeiro-ministro Vladimir Putin deu ordens para que dois aviões fossem colocados à disposição das vítimas e seus familiares e também para o transporte de feridos para centros hospitalares mais avançados.

A explosão ocorreu uma semana depois que um trem expresso de Moscou a São Petersburgo descarrilou, matando 26 pessoas e ferindo mais de 100.

Fonte G1

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.