Ex-marido mata estudante, com tesoura no pescoço, em Universidade de Santos

maio 22, 2009 | Brasil, Comportamento, Polícia, Relacionamentos, Santos, São Paulo

Ele entrou no local dizendo que ia até a biblioteca e atingiu a vítima no pescoço usando uma tesoura

Assista o vídeo com a matéria do Jornal da Globo

A universitária Margareth Emilliane Pereira Tomaz, de 29 anos, morreu no início da tarde desta sexta-feira, 22, após ser golpeada no pescoço com uma tesoura por seu ex-marido Reginaldo da Rocha Soares, de 54 anos. Ela foi atacada dentro da Universidade Santa Cecília (Unisanta), em Santos, no litoral paulista. A vítima cursava o quarto ano de Farmácia.

O crime ocorreu às 10h50. De acordo com informações da Polícia Civil, Margareth rompeu, no último dia 10, o relacionamento de 11 anos com Soares. Ex-aluno da Unisanta, onde cursou Farmácia até 2005, porém sem concluir o curso, ele entrou no prédio com uma carteirinha antiga afirmando que iria à biblioteca. Ele procurou, entretanto, Margareth para tentar reatar o relacionamento.

A estudante saiu da sala de aula e foi conversar com o ex-marido em um laboratório vazio. Após discutirem, Soares tirou uma tesoura de cerca de 20 centímetros e a golpeou três vezes na jugular. Em seguida, Soares saiu do laboratório e afirmou que uma aluna estava passando mal no local. Seguranças da instituição suspeitaram e o detiveram até a chegada da polícia.

Margareth foi levada à Santa Casa de Santos, mas não resistiu e morreu às 13h30. Soares, que já tinha passagem pela polícia, foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia de Defesa da Mulher da cidade. Ele confessou o crime. O casal não tinha filhos.

Fonte: Estadão

Comentários (2)

 

  1. Lucia Maria disse:

    Cadê a tal lei Maria da Penha coitada esta lei está dormindo. Juizes imcompetentes incapazes de perceber a justça como deve ser . Agentes de policia que so pensa em escrever texto bonito mas sem efeito nenhum. Imprensa pela amor de Deus pela competencia ajude a homens violentos irem para cadeia ou agente é obrigado a beijar quem agente nao quer vaq pra puta que pariu vagabundos salarios homens viados.

  2. Lucia Maria disse:

    eu fico espantada com tanta crueldade da policia em nada fazer para punir que um crime seja cometido. Eu fui vitima de marido violento registrei varias ocorrencias ele nunca foi punido. Em fim fui embora de casa até sem minhas coisas . tive o meu nariz quebrado e a policia nao fez absolutamente nada . Em fim Deus que é pura justica tirou a vida dele uma meningite aguda omatou ainda bem. Porque se eu fosse esperar pela justiça ja estaria mortinha.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.