Golpe do boleto – Como reconhecer um boleto fraudado – Dicas

abril 22, 2019 | América do Sul, Brasil, Cartão de Créditos, Comportamento, Documentos, Golpe

Empresa de cibersegurança lista detalhes que consumidores brasileiros devem se atentar para não cair no “golpe do boleto”

Não faltam opções para quem quer comprar na internet. Uma delas é o cartão de crédito, considerada a forma de pagamento mais segura no ambiente web. Porém, mesmo com evidências de que essa é a opção mais segura, ainda há muitas pessoas que preferem pagar com boleto bancário. Para ajudar esse público a não cair em armadilha, a Konduto, empresa brasileira especializada em análise de fraudes, listou três dicas de como reconhecer um boleto fraudado.

1. Confiar na fonte de emissão do boleto: Muitas vezes as fraudes acontecem da seguinte forma: o fraudador encaminha um e-mail, SMS ou mensagem no WhatsApp com o link do boleto adulterado, como se fosse esse lojista, induzindo o cliente a efetuar o seu pagamento. Dessa forma, não é recomendado que os consumidores baixem documentos por meio dessas fontes. A melhor maneira de evitar cair em golpes é acessar o boleto direto do site da loja.

2. Prestar atenção no valor do boleto: Em todos os boletos bancários, os últimos números do código de barras se referem ao valor do documento – ou seja, se ele termina em 20126, significa que a quantia a ser paga é de R$ 201,26. Portanto, se essas informações forem divergentes, o consumidor consegue identificar se o boleto é verdadeiro ou fraudulento. Por isso é muito importante se atentar a esses pequenos detalhes, pois eles podem ser determinantes na hora de identificar uma fraude.

3. Prestar atenção nos dados e no código de barras do boleto: Um ponto importante é verificar se os dados bancários, como agência e conta, estão escritos de forma legítima – um documento que tenha esses símbolos apagados ou substituídos por símbolos é um sinal de alerta. Além disso, o consumidor deve se atentar ao código de barras: ele representa a sequência de números do próprio boleto. Caso este campo esteja danificado ou com algum indício de violação, o cliente é “obrigado” a digitar a sequência numérica, que pode ter sido alterada.

Deixe seu comentário

Sobre este site

Site que reúne as notícias mais relevantes da mídia nacional e internacional.